Fogo

De origem vulcânica, a ilha viu nascer o seu nome em torno do imponente vulcão que, ainda hoje, se encontra activo. Fogo é uma das ilhas mais férteis de todo o arquipélago e, quem por aqui passa, tão cedo não esquece os contrastes, os sabores e aromas. Veja mais ... De cor negra, quente e verde tenro, a ilha que produziu, em tempos, algodão e café e, que a colocou nas rotas dos escravos, é agora terra do sabor e aroma únicos do vinho e do café. A colonização trouxe para esta terra os traços de uma arquitectura ainda preservada, aos quais não faltam os sobrados, ícones da história deste povo. Fogo convida, ainda, a belas caminhadas não só para espeleologistas, mas também para todos os que quiserem conhecer os mais belos traços de uma cultura afro-europeia.