post img

Hoje quase exclusivamente dedicada ao turismo, a ilha do Sal deve o seu name à indústria que aqui prosperou entre os séculos XVIII e meados do séx. XX.

Terra de maravilhosas praias de areia branca, de águas cálidas e transparentes e recifes de coral, a ilha do Sal oferece condições únicas para a prática de desportos náuticos, desde o surf, windsurf e kitesurf ao mergulho, pesca e natação. Apesar da sua origem vulcânica, a ilha é plana, assemelhando-se à superfície lunar, e tem um clima quente e tropical seco, que permite ao turista desfrutar das praias paradisíacas ou das famosas salinas durante 365 dias por ano. A ilha do Sal é o principal ponto turístico do país, sendo responsável por mais de 50% das dormidas de todo o arquipélago. A visita à baia da Murdeira, Rabo de Junco, Baia de Joaquim Petinha, Buracona, Ponta Preta, bem como a Gruta do Amor, entre outros, é obrigatória para quem visita esta ilha. Possui um aeroporto internacional com ligação aos principais mercados emissores.


post img

Pedra do Lume é, sem dúvida, um dos locais de visita obrigatória na Ilha do Sal. Esta localidade, situada abaixo do nível da água do mar, é um lago de sal dentro da cratera de um vulcão há muito extinto.

Inactivas desde o final do século XX, as salinas conservam, ainda hoje, alguns artefactos usados na extracção e transporte do sal. Deixe-se mergulhar nestas águas e rejuvenesça nesta memorável experiência.


post img

Senão um dos mais belos recifes do mundo, certamente um dos mais coloridos. Mergulhe nas águas límpidas e mágicas da Ilha do Sal e envolva-se num cenário de enorme beleza que a flora e fauna marinha desta ilha criaram para si.

As águas, tépidas e turquesas desta ilha, escondem lugares de incrível formosura, desde a Buracona à Serra Negra, passando pela Pontinha ou pelo Morro Pedra, muitos são os lugares onde se poderá perder no imenso azul deste mar.